O nabo forrageiro produz, até o estádio de

pré- florescimento, elevada quantidade de parte

aérea em cultivo de inverno, acumulando boa

quantidade nutrientes como N, P, K, Ca, Mg e S.

 

O manejo do nabo forrageiro no estádio de pré- florescimento apresenta rápida degradação da palhada, liberando quantidades substanciais de macronutirentes.

O Potásso e Nitrogênio são os nutrientes disponibilizados em maior quantidade e velocidade para a cultura subseqüente.

 

A maior velocidade de liberação de macronutrientes pelo nabo forrageiro ocorre entre 10 e 20 dias após o manejo/ dessecação da fitomassa.   (Adaptado de C.A.C. Crusciol et al.)

Nabo Forrageiro IPR-116

 

Ciclo: 120 a 180 dias

Florescimento: 80 dias (dura em média 30 dias)

Taxa de semeadura: 15 a 20 Kg/ha

Raiz pivotante: Ultrapassa 2,0 m

Altura da planta: 100 a 160 cm

Crescimento inicial: 70% de cobertura do solo em 60 dias

 

Flores roxas e brancas ou intermediárias entre essas duas cores.

Produção de M.V.: 20 a 35 ton/ha/ano

Produção de M.S.: 4 a 6 ton/ha/ano

 

 

EXCELENTE RECICLADOR DE NUTRIENTES E

DESCOMPACTADOR DE SOLO

Soja

BRS 5601 RR

BRS 5601RR é cultivar de tipo de crescimento indeterminado, aliando alto potencial produtivo e precocidade, pertence ao grupo de maturidade relativa 5.6, sendo a cultivar de soja mais precoce lançada pela Embrapa Trigo.

A nova cultivar possui aspecto visual e arquitetura de planta moderna, tipo ereta, possui média estrutura de planta, características que a tornam resistente ao acamamento de plantas.

A cultivar possui resistência às seguintes doenças: podridão radicular de fitóftora, ao cancro da haste, a cercosporiose e à necrose da haste. Possui ainda moderada resistência à pústula bacteriana e à podridão parda da haste.

BRS 5601 RR deve ser semeada, preferencialmente, entre 20 de outubro e 15 de novembro, em solos com alta fertilidade e corrigidos quanto à acidez. Utilizar densidade de semeadura de 10 a 15 sementes por metro de linha em espaçamento entre linhas de 45 cm, de acordo com a época de semeadura, a fertilidade do solo e a altitude.

 

Preferencialmente, adotar a menor densidade de plantas em lavouras localizadas em região de altitude superior a 600 m da Macrorregião Sojícola 1, enquanto as maiores densidades são indicadas para lavouras localizadas em região de altitude inferior à 600 m da Macrorregião Sojícola 1.

BRS 6203 RR

BRS 6203RR é cultivar de soja RR, com tipo de crescimento indeterminado, aliando amplitude na época de semeadura com produtividade e indicada para cultivo na Macrorregião Sojícola 1. A nova cultivar pertence ao grupo de maturidade relativa 6.2, apresenta arquitetura de planta ereta e moderna, estatura de planta alta e boa tolerância ao acamamento de plantas.

 

BRS 6203RR apresenta resistência às doenças: podridão radicular de fitóftora, à podridão parda da haste, ao cancro e à necrose da haste, à cercosporiose e ao mosaico comum da soja, além de moderada resistência à mancha olho de rã.

 

BRS 6203RR deve ter semeadura preferencial de 21 de outubro a 30 de novembro, em solos com fertilidade e acidez corrigidos. Realizar a semeadura de 10 a 15 sementes por metro de linha, no espaçamento entre linhas de 40 a 50 cm.

 

Preferencialmente, adotar a menor densidade de plantas em lavouras semeadas a partir da metade da época preferencial e localizadas em região de altitude superior a 600 m, enquanto as maiores densidades são indicadas no início da época de semeadura e para lavouras localizadas em região de altitude inferior à 600 m da MacrorregiãoSojícola 1.

 

BRS 6203RR possui performance agronômica superior nas Regiões Edafoclimáticas 101 e 102 da Macrorregião Sojícola 1.

 

Chiapeta Sementes

Barão do Rio Branco 241

Ijuí-RS, Brasil

Fone +55 (55) 3332 7733